ditadura

se o líder aparecer com esse projeto político, de matança, de desprezo pelo outro, podes ter a certeza que a ditadura acontece.

O desprezo e a raiva vivem dentro, a superstição e o preconceito, colar a culpa ao outro também, tudo isso morre só por fora de cada um de nós, anda isso tudo dentro, bem dentro, mesmo naqueles que estão contra, não te iludas, alguns o que não querem é fome, a democracia é um luxo, acerta altura a ditadura uma solução. Só espero que isto não passe pela guerra, mas se passar, o que fazer se não suportar e sobreviver. Entre mortos e feridos alguém há-de escapar, diz-se por ai.

cena

Ao título desta cena de 30 anos em que Portugal viveu e vive, uma ilusão com uma sombra infinita, que não se pode chamar teatro, este é bem mais honesto, dizia, a esta ilusão, parecida com a juventude, onde conta mais o que pareces do que o que és, daria o título “A ditadura do dinheiro”. Mas isso não se ajusta ao que Portugal é, um país que nos deixaram no colo outros que por ele deram a vida. E se Portugal é, porque deixamos governar quem quer parece que é?

Ditadura

guerracivilespanholacamaraclara

Quando se cala um homem, não porque não queira falar, mas porque o obrigam, porque se esconde da maioria, porque o cobrem de terra, ou porque lhe cruzam uma bala no peito…

Quando se cala um homem por isso, podem secar-lhe a voz, mas não lhe secam a alma, nem os olhos que viram ou o corpo que sentiu: essa injustiça que se estende no tempo, em ambas as direcções, e no espaço em todos os continentes.

Se alguém deixou escrito, se alguém memorizou, se alguém guardou, se alguém disse, esse que calaram grita hoje: injustiça!

mais: http://camaraclara.rtp.pt/#/arquivo/126