Cultura

 

 

Cultura. É o que fica. É do que me lembro. Nem automóveis, nem telemóveis de ultima geração, nem roupa, nem gagets nenhuns, nem casa com vista sobre a cidade. Do que me recordo com prazer, são esses momentos, bons e maus, em cultura. Ver os outros a representar o que de melhor temos aqui e além mar. Claro, as viagens também. Mas não é cultura também?

Não me digas que é impossível!

Não me digas que é impossível!

Diz-me que é difícil, duro e que vou muitas vezes vou pensar em desistir,

outras que estarei desanimada.

Digo-te que não vais derramar lágrima alguma que não te seja útil.

Don’t you teel me its impossible!

Tell me its dificult, hard and sometimes I will think to give up

other times, I will feel disapointed,

I tell you that when you cry every tear will be usefull for you.

http://www.thedhakaproject.org/

Obrigado José Saramago

Depois das declarações de José Saramago, não se poderia deixar de adivinhar as reacções. Ainda bem que as há. Ainda bem que o José Saramago nos põe a pensar e a reflectir sobre o que andamos todos para aqui a fazer, tão calados, tão enredados nas próprias vidinhas, à procura do que de volátil se põe num ecrã publicitário ou numa montra. E se pensamos, medo temos de o dizer se ainda por cima não agradar à maioria.

Continue reading “Obrigado José Saramago”

Importância de Ler

10 minutos de lição de cultura. O sábio Eduardo Lourenço deixa-nos atentos, pendurados em cada palavra, espantados com a singeleza como organiza o saber de forma concisa e coerente a partir de um elogio ao programa Ler+. Até parece simples ser um mestre.

CAM José de Azeredo Perdigão – Gulbenkian

http://www.camjap.gulbenkian.pt/