Casa

A Casa é um misto de vivências de alegria, de segurança, de amor, e de sofrimento, desavenças e desgraças. Mas é a Casa. Tem isso tudo e mais ainda, algo mais forte, é onde somos sem máscara, onde nos ouvem sempre seja qual for a nossa opinião, onde setimos esse calor de pertença que em mais lado nenhum se tem.

casa

Ao acordar não se sabe porque não se ouve a rua, porque não se cheira o pó, porque não se sente o chão, o cartão rijo, porque não se tem os pés frios, as orelhas, porque não nos passou um camião por cima, porque não odeio a vida, porque sentes que dormiste, porque está tudo escuro, descansa pá, estás em casa. Sorris para ti. Casa. Viras-te debaixo do cobertor que alguém te aconchegara, talvez a senhora. Fechara a porta.

O Fraco, Franz E.

casa

Casa. Que palavra para quem não a tem. Que significado para quem não tem esse calor, um suspiro fundo quando se entra -”enfim em casa”, um desejo distante para quem procura uma, aquela com os traços que se estendem de nós e que se fecham em si, fazem a Casa.

O Fraco, Franz E.

http://g1.globo.com/mundo/siria/noticia/2013/10/turquia-afirma-ja-ter-recebido-mais-de-600-mil-refugiados-sirios.html
Refugiados Sírios na Turquia